EVENTOS




O que é o Projeto São Pelegrino

O que é o Projeto São Pelegrino?

A resposta objetiva para essa pergunta é: uma estratégia para contribuir para a melhoria da infraestrutura da cidade para que ela seja mais dinâmica economicamente, segura e humana. Para dar vida a esse projeto, muitas pessoas trabalham nos bastidores, em grupos técnicos que reúnem aproximadamente 60 pessoas, divididos pelos seguintes temas: Humanidades, Mobilidade, Arquitetura, Urbanismo, Marca Território, Patrimônio, Jurídico, Economia e Saúde. A iniciativa tem como objetivo fazer as discussões necessárias para a construção de parceria entre o poder público e o privado, para tornar a região de São Pelegrino um ótimo lugar para moradia, negócios e lazer, com autonomia, de modo a funcionar como uma mini cidade dentro da cidade.

Na coordenação geral, o time é composto por: Giovana Ulian, Matias Revello Vazquez, Fabio Scopel Vanin e Taísa Festugato.

Por que São Pelegrino?

No final de 2018, dentro do Movimento Mobilização por Caxias (Mobi), foram identificadas possibilidades de centralidades urbanas no município. A equipe técnica de Urbanismo, parte integrante da Câmara Temática de Atração e Retenção de Investimentos do Mobi, fez esse levantamento, momento em que a ideia principal era pensar na Caxias do Sul de 2040. Entre às regiões que foram consideradas centralidades urbanas em potencial está à área que contempla São Pelegrino. Ela é a primeira região a receber um plano de transformação e requalificação. A região de São Pelegrino foi considerada a mais madura para ser trabalhada por primeiro. Desde o princípio o Instituto de Desenvolvimento Municipal e Regional (IDEMER) entidade privada sem fins lucrativos, OSCIP, conduziu o projeto. No ano de 2019, o grupo Vivacidade colaborou com a fase de Ativação e Ideação, momento em que a iniciativa se denominava VIVA São Pelegrino.

Atualmente, o Projeto está em sua segunda etapa que é de projeto e está sendo chamada de Projeto São Pelegrino. A marca final deverá ser construída com o andar da segunda fase, pois ainda requer elementos para que o conceito de placebranding possa ser implementado, ou seja, teremos uma “marca lugar”, uma identidade que representa a soma dos elementos existentes e da vocação territorial que será definida ao longo do projeto.

Eixos temáticos

  • Humanidades, Mobilidade, Arquitetura, Urbanismo, Marca Território, Patrimônio, Jurídico, Economia e Saúde.

O que é uma centralidade urbana?

No post anterior, você viu que a região do bairro São Pelegrino foi a primeira centralidade eleita para passar por uma ampla disussão, com o objetivo de requalificação urbana e geração de negócio. Buscando aproximar o trabalho, moradia, lazer, educação e uma região relativamente caminhável, o Projeto São Pelegrino, agora em sua fase 3, segue seu cronograma.

Mas o que compreende o título de centralidade urbana?

Segundo a joranalista e urbanista, Janes Jacobs, que é pioneira na defesa da criação de cidades amigáveis, uma região que oferece e constrói autonomia em relação ao restante da cidade. Ela pode ser visualizada como uma “minicidade”, pois contempla a comunidade com um número significativo de atividades, produtos e serviços, dentro do mesmo território. Como o bairro São Pelegrino conta com muitos pré-requisitos, favorecendo o processo de transformação coordenado pelo projeto. Entre os indicadores que demonstram a potencialidade de São Pelegrino constam:

  • Espaço que apresenta equilíbrio entre o uso para habitação, comércio e serviços;
  • Ponto turístico de referência para toda a cidade (como por exemplo, a Igreja de São Pelegrino);
  • Presença de equipamentos urbanos de ensino, como por exemplo, escolas e faculdades;
  • Equipamentos urbanos de atendimento, entre eles, mercados, shopping e postos de combustíveis;
  • Espaços para atividades de lazer ao ar livre e também para realização de eventos;
  • Perímetro com estabelecimentos para o oferecimento de atividades no turno da noite, entre eles, bares e casas de festas;
  • Ponto de origem de Caxias do Sul, por conta da chegada do trem;
  • Grande quantidade de edificações de patrimônio histórico e arquitetônico;
  • Presença forte de estabelecimentos da área de gastronomia.


Candidatos à Prefeitura de Caxias recebem a Carta São Pelegrino durante evento sobre centralidades urbanas

O documento manifesta as intenções do Projeto São Pelegrino e foi elaborado a partir de pesquisas e diagnósticos. A Carta foi entregue durante o evento Centralidades em Pauta, no Teatro da FSG

Na noite da última terça-feira, dia 27 de outubro, os candidatos à Prefeitura de Caxias do Sul compareceram ao evento Centralidades em Pauta, realizado pelo Projeto São Pelegrino, com o objetivo de apresentar as propostas e ideias da iniciativa à comunidade e ao futuro gestor do munícipio. A forma presencial do evento foi realizada no Teatro do Centro Universitário da Serra Gaúcha – FSG, com acesso restrito a convidados, respeitando as medidas de segurança recomendadas pela Organização Mundial da Saúde e pelo Decreto Municipal 55537 de 09/10/2020, por causa da COVID-19. No virtual, o público acompanhou a transmissão pelo canal da BitcomTV no YouTube.

 

Em parceria com o IDEMER e o Projeto Viva São Pelegrino nesta edição serão abordados os temas da cidade e da pandemia. A ação faz parte de um projeto maior que busca requalificar a região de São Pelegrino. A intenção é valorizar o espaço urbano através da construção coletiva de soluções para a cidade por intermédio de oficinas e palestras. Esta ação pretende ser um protótipo a ser aplicado em outras regiões da cidade. Os resultados destas atividades servirão como base para ideação e desenvolvimento dos planos de requalificação urbana e geração de negócios. 

Percebeu-se a necessidade de trazer para o projeto a previsão de ações emergenciais para o período de pandemia e como a gestão urbana pode auxiliar na saúde das pessoas e da urbe. Assim o projeto irá promover uma Webinar ao vivo com profissionais da área do urbanismo sobre o funcionamento das cidades numa era de Pandemia. 

A programação deste evento é:

 – as 18h – palestra com Me. Cláudio Bernardes (Master of Engineering – University of Sheffield, U.K.) – O Funcionamento das cidades numa era de Pandemia.

 – as 19h  – Debate sobre ações em São Pelegrino numa era de Pandemia com Me. Daniela Fastofski (arquiteta e urbanista, Caxias do Sul- RS) e Dra. Giovana Ullian (Dra. em Planejamento Urbano UBB- Chile) e Dra. Letícia de Castro Becker (médica intensivista UTI COVID)

– as 20:30h – Cerimônia de premiação dos trabalhos vencedores do 10° Prêmio de Arquitetura e Urbanismo do  Centro Universitário da Serra Gaúcha – FSG


INSCREVA-SE


Esta inscrição é referente ao evento do dia 8 de outubro. As apresentações dos trabalhos indicados ao prêmio (dias 6 e 7), fazem parte do evento “Apresentação dos Indicados ao 10° Prêmio de Arq e Urb do  Centro Universitário da Serra Gaúcha – FSG“, também publicado neste endereço: 

https://www.sympla.com.br/apresentacao-dos-indicados-ao-10-premio-de-arq-e-urb-do–centro-universitario-da-serra-gaucha—fsg__968541


Tanto o link de acesso ao Zoom, quanto qualquer informação adicional, será enviada ao e-mail utilizado para realizar sua inscrição. De antemão, agradecemos a inscrição e a participação no nosso evento.


© Copyright Projeto São Pelegrino